Take a fresh look at your lifestyle.

CoronaVac “não será comprada” diz Bolsonaro

CoronaVac: Ministério da Saúde anunciou a compra de 46 milhões de doses da vacina desenvolvida pela China

Após anúncio, do Ministério da Saúde,  sobre a compra de 46 milhões de doses da vacina Coronavac.

A coronaVac foi desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan

O presidente Jair Bolsonaro publicou em rede social a afirmação de que a vacina, na verdade, “não será comprada”.

Na noite de ontem (20), porém, o governo federal confirmou que irá adquirir o imunizante após aprovação na Anvisa. A potencial vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) está em fase final de estudos clínicos no Brasil e se mostrou totalmente segura nos testes realizados desde o final de julho.

A publicação do presidente, nesta manhã, ocorreu em resposta a um internauta que escreveu “Presidente, a China é uma ditadura, não compre essa vacina, por favor. Eu só tenho 17 anos e quero ter um futuro, mas sem interferência da ditadura chinesa”. O perfil oficial do presidente, então, respondeu: “Não será comprada”.

twiiter bolsonaro coronavac

Desde as primeiras fases do desenvolvimento da vacina, o presidente faz declarações que criticam a tecnologia chinesa e questionam a segurança do imunizante – o que reforça o cenário de rivalidade entre o governo federal e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), defensor da vacina chinesa c. Até o momento, a CoronaVac é considerada a vacina mais promissora entre os imunizantes que testam no Brasil.

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais

%d blogueiros gostam disto: