[ad_1]

O presidente Donald Trump elogiou nesta segunda-feira (30) as ações cada vez mais rígidas da Itália com relação à imigração no início da reunião com o premiê italiano, Giuseppe Conte, em Washington, nesta segunda-feira (30).

No Salão Oval da Casa Branca, Trump disse que era uma “grande honra” receber Conte e elogiou o líder italiano pelo “trabalho fantástico”, afirmando que eles se entenderam bem na recente cúpula do G7 no Canadá. Conte tem impedido navios com refugiados de atracar no País, além de estar sendo acusado de perseguir imigrantes nas ruas, até mesmo aqueles que vivem há anos na Itália e têm documentos para permanecer.

Ele fechou os portos italianos aos migrantes e rejeitou diversos navios carregando refugiados resgatados no mar, ameaçando o futuro dessas operações.

“Eu concordo muito com o que você está fazendo em relação à migração, à imigração ilegal e até a imigração legal”, disse Trump. “Ele tomou uma posição muito firme na fronteira, uma posição que poucos países adotaram. E, francamente, ele está fazendo a coisa certa na minha opinião”, declarou o presidente americano.

Na reunião, Trump e Conte discutiram um novo diálogo estratégico entre os dois países em uma série de temas, como imigração e terrorismo.

“Focamos na necessidade urgente de proteger os nossos países do terrorismo e imigração descontrolada. Nossos países aprenderam que segurança nas fronteiras é questão de segurança nacional”, declarou Trump em uma coletiva de imprensa após a reunião. “O premiê e eu estamos unidos na convicção de que nações fortes têm que ter fronteiras fortes”, acrescentou.

Ameaça de paralisação do governo

Trump também ameaçou paralisar o governo federal se o Congresso não aprovar as reformas imigratórias que ele defende dentro de um pacote de gastos que precisa ser aprovado pelos parlamentares até o final de setembro.

“Se nós não tivermos segurança na fronteira, após muitos e muitos anos de conversa dentro dos Estados Unidos, eu não teria problema em fazer uma paralisação”, disse Trump.

Perguntado se exigia a totalidade dos 25 bilhões de dólares que a Casa Branca havia solicitado para construir um muro na fronteira dos EUA com o México, assim como suas outras prioridades imigratórias, para evitar uma paralisação, Trump respondeu: “Eu sempre deixo espaço para negociação”.

[ad_2]

Source link

Facebook Comments
criação de site