Take a fresh look at your lifestyle.

Suprema Corte decide a favor de confeiteiro que se recusou a fazer bolo para casal gay



 

A Suprema Corte dos Estados Undos deu parecer favorável a um confeiteiro que em 2012 se negou a preparar um bolo de casamento para um casal homossexual porque isto ser contra suas crenças religiosas.

O caso confronta o casal Dave Mullins e Charlie Craig com o chef confeiteiro Jack Phillips, que recusou-se a preparar o bolo para a celebração de seu casamento, em 19 de julho de 2012.

A decisão foi favorável a Phillips por 7 votos a 2.

Na decisão há críticas ao tratamento dado pelo estado do Colorado às objeções religiosas de Jack Phillips ao casamento gay em 2012, ainda anos antes de a prática ser legalizada em todo o país. Os juízes consideraram que uma comissão estadual de direitos civis foi hostil a ele, enquanto permitia que outros padeiros se recusassem a criar bolos que fossem contra os gays e os casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

A esperada decisão desta segunda, no entanto, não resolveu se outros profissionais que se opõem ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, incluindo padeiros, floristas, fotógrafos e cinegrafistas, podem recusar serviços de casamento a casais gays. A vitória de Phillips, disse o tribunal, limitou-se aos fatos do caso do Colorado.

O juiz Anthony Kennedy foi quem escreveu a decisão do tribunal contra o casal Charlie Craig e Dave Mullins, desviando de sua longa história de opiniões a favor dos direitos gays, incluindo a decisão do tribunal de 2015 legalizando o casamento gay em todo os EUA.

 



Source link

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais