Take a fresh look at your lifestyle.

Nova geração é mais aberta à fé do que as mais velhas, diz pesquisa




Nova geração é mais aberta à fé do que as mais velhas, diz pesquisa

<span style="font-weight: 400">A <span style="color: #800000"><a style="color: #800000" href="https://guiame.com.br/nova-geracao/"><strong>gera&ccedil;&atilde;o Z</strong></a></span> &eacute; mais aberta a Deus do que as gera&ccedil;&otilde;es mais velhas, de acordo com uma pesquisa da ComRes realizada no <span style="color: #800000"><a style="color: #800000" href="https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/crises-de-fe-na-sociedade-leva-pastores-se-unirem-para-evangelizar-no-reino-unido.html"><strong>Reino Unido</strong></a></span>.</span>

Mais da metade das pessoas entre 18 e 24 anos afirmam ter tido uma experiência positiva com o cristianismo, 62% se sentem à vontade para discutir suas crenças religiosas com as pessoas no trabalho e 33% frequentam os cultos da igreja.

Adultos entre 25 e 34 anos são mais propensos a dizer que frequentam a igreja (11%), em comparação com 10% das pessoas acima de 65 anos.

A pesquisa constatou que apenas 10% dos jovens concordam com a frase “a religião traz uma influência negativa na sociedade” e 44% tiveram uma experiência positiva com os cristãos e o cristianismo.

Enquanto isso, metade dos adultos britânicos (51%) discorda que os cristãos são uma força negativa na sociedade.

A pesquisa foi divulgada no mesmo período do lançamento do livro Faitheism, escrito pelo Dr. Krish Kandiah, que explora como a cooperação mútua entre cristãos e ateus é possível.

“Há oportunidades reais para pensarmos positiva e criativamente sobre o engajamento dessa nova geração”, disse ele ao Christian Today. “Estou tentando mudar o debate e mostrar como podemos construir um terreno comum”.





Source link

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais