Take a fresh look at your lifestyle.

Judeus e cristãos oram juntos pela paz de Jerusalém: "A Bíblia nos une"




Judeus e cristãos oram juntos pela paz de Jerusalém: "A Bíblia nos une"

<span style="font-weight: 400">Centenas de crist&atilde;os se reuniram para orar pela paz de Jerusal&eacute;m juntamente com l&iacute;deres judeus e membros israelenses do <span style="color: #800000"><a style="color: #800000" href="https://guiame.com.br/gospel/israel/pela-primeira-vez-judeus-e-cristaos-se-unem-para-estudar-biblia-no-parlamento-de-israel.html"><strong>Knesset</strong></a></span>, o parlamento de Israel. A reuni&atilde;o aconteceu durante o Caf&eacute; da Manh&atilde; de Ora&ccedil;&atilde;o em Jerusal&eacute;m, entre os dias 5 e 7 de junho. </span>

Em seu segundo ano, o encontro faz parte de um movimento global para encorajar judeus e cristãos a orarem juntos pela paz de Jerusalém. Na edição de 2018, o evento contou com representantes de 70 nações, coincidindo com os 70 anos celebrados por Israel.

A ex-congressista norte-americana Michele Bachmann, a evangelista Anne Graham Lotz, o pastor árabe Steven Khoury, o rabino Tuly Weiss e os membros do Knesset israelense, Yehuda Glick e Michael Oren, se dirigiram ao grupo de oração.

“Estamos vivendo os últimos dias e reconhecemos que Deus está movendo Seu Espírito Santo ao redor do mundo, mas particularmente aqui em Israel”, disse à CBN News o pastor Sharon Daugherty, fundador do Victory Christian Center.

O rabino Weisz, que é diretor da organização Israel365, disse que vem tentando unir judeus e cristãos há anos e ficou surpreso com o “derramamento de amor” que aconteceu neste encontro.

“Acredito que no 70º ano de Israel, Deus está nos dizendo que é o momento de judeus e cristãos deixarem de lado seus séculos de hostilidade. A mesma Bíblia que foi a fonte da divisão de judeus e cristãos por milhares de anos, agora está se tornando a fonte de união entre judeus e cristãos”, o rabino avalia.

Tomas Sandell, fundador da Coalizão Europeia para Israel, acredita que um evento como este é essencial para mobilizar a unidade entre as duas comunidades. “Eu acho que o fato de estarmos nos unindo, permanecendo na verdade e fazendo uma oração bíblica terá um impacto”, destaca.

“A Bíblia é muito clara: devemos orar pela paz de Jerusalém. Se não há mais nada que possamos concordar, temos que concordar com a palavra de Deus e eu acho que o mundo está realmente desejando ver esta paz de Jerusalém se tornar uma realidade”, observa.

“Oramos juntos e sentimos a Deus”, conta Billye Brim, do ministério Prayer Mountain. “Nós somos uma parte do futuro nesta reunião milagrosa. E devemos orar como vigias nos muros. Oramos porque Deus nos disse para orar”.





Source link

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais