O autor do evento-piada, Matty Roberts, decidiu remover a postagem do Facebook por medo de causar uma tragédia
O autor do evento-piada, Matty Roberts, decidiu remover a postagem do Facebook por medo de causar uma tragédia

No remoto condado de Lincoln, no sul do Estado americano de Nevada, localizam-se duas pequenas cidades onde vivem, ao todo, 173 habitantes.

Cercados por paisagens áridas e estradas empoeiradas até onde a vista alcança, os povoados de Rachel e Hiko poderiam passar despercebidos de quem viajasse pela região para a “Invasão da Área 51.

O que coloca as cidadezinhas no mapa, entretanto, é sua proximidade com a base ultrassecreta da Força Aérea dos Estados Unidos conhecida como Área 51 — associada há décadas a teorias da conspiração de que seria um local de experiências com extraterrestres.

LEIA MAIS

Furacão Humberto nas Bermudas deixa 80% da ilha sem energia

Abortos cai para seu nível mais baixo desde Roe x Wade

OVNIs é algo verdadeiro, diz marinha dos EUA diz: Porta-voz

Ao longo dos anos, por causa da vizinhança famosa, os povoados foram integrados ao imaginativo folclore relacionado aos alienígenas.

Nesta semana, a partir de 19 de setembro, essas cidades isoladas devem receber dezenas de milhares de pessoas em dois festivais: o “Alienstock” e o “Invasão da Área 51“.

Mas, ao contrário da maioria dos grandes festivais, esses eventos não vêm sendo planejados e organizados há anos. Em vez disso, eles se originaram de uma piada de internet, postada no Facebook apenas quatro meses atrás.

m junho, o estudante Matty Roberts, de 20 anos, de Bakersfield (Califórnia), postou um evento público no Facebook que tinha a pretensão de ser engraçado. O nome do evento era “Invasão da Área 51: Eles Não Podem Parar Todos Nós”.

O plano, como o nome indica, era se aproximar da base em um número de pessoas tão grande que a segurança militar não fosse capaz de conter.

Os supostos segredos que a base guarda — entre eles, a “tecnologia alien” e as “pesquisas clandestinas do governo com extraterrestres” — poderiam ser finalmente expostos ao mundo.

“Vamos ver os aliens”, a descrição do evento alardeava, sem rodeios. Dias depois do lançamento, o evento viralizou e ganhou manchetes pelo mundo.

As cidadezinhas estavam novamente no mapa — e o nada organizado festival ganhava corpo rapidamente.

Brincadeira fora de controle

“Postei o evento sobre a Área 51 no Facebook por volta das duas da madrugada de 27 de junho”, contou Roberts à BBC. “Foi totalmente uma piada, desde o início. Então veio do nada uma avalanche de compartilhamentos, o evento ganhou atenção de todo lugar, e isso foi fantástico.”

A proposta teve tanta repercussão que a pessoa por trás da piada — e que também participou da organização do festival — decidiu cancelar tudo por temer causar “um possível desastre humanitário”.

Facebook Comments
criação de site