Take a fresh look at your lifestyle.

EUA anunciam boicote diplomático aos Jogos de Inverno na China

Os EUA  vetaram a presença de   funcionários do governo americano nas Olimpíadas de Inverno em Pequim, na China, em fevereiro de 2022. A medida é uma retaliação às supostas violações aos direitos  humanos cometidas pelo país chinês contra membros da etnia  uigur, em Xinjiang. Há acusações de tortura, trabalho forçado e abusos sexuais. 

“Washington deve agir para garantir avanços nos direitos humanos da China”, disse Jen Psaki, secretária de imprensa da administração Biden em uma coletiva na Casa Branca nesta segunda-feira (6).
Conforme explicou Psaki, o boicote  diplomático não impede os atletas americanos de competir nos jogos. 

Zhao Lijian, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, classificou como “ arrogância” a decisão dos EUA, e disse tratar-se  de uma “provocação política que será respondida”.  Ele nega as alegações de abusos e diz se tratar de “ reeducação” para combater o terrorismo

Mês passado, o presidente Joe Biden e o líder chinês Xi Jinping tiveram um encontro para discutir diversos assuntos como mudanças climáticas, energia e desenvolvimento econômico.

Biden manifestou  preocupações sobre direitos humanos e também em relação a Taiwan. A China considera a ilha como parte de seu território. Já os EUA defendem que o governo regional é autônomo.

Jogos como protesto pelos abusos aos direitos humanos na China. “O governo Biden não enviará qualquer representação diplomática ou oficial para as Olimpíadas de Inverno de Pequim 2022 e os Jogos Paraolímpicos, devido ao e outros abusos dos direitos humanos”, afirmou Jen Psaki, secretária de imprensa…. Segundo Psaki, a representação oficial dos EUA trataria “esses jogos como normais em face dos flagrantes abusos dos direitos humanos e atrocidades da RPC em Xinjiang, e simplesmente não é possível fazer isso”.  O boicote diplomático permite que o país envie uma mensagem à China sem impedir que os atletas estejam presentes nos Jogos –como ocorreu em 1980…. RELAÇÃO ENTRE OS PAÍSES Em novembro, o presidente norte-americano e o líder chinês, Xi Jinping, conversaram por mais de 3 horas. Discutiram diversos tópicos, como mudanças climáticas e preservação ambiental, suas respectivas forças armadas, energia, desenvolvimento econômico e estabilidade nas políticas que afetam os meios de comunicação dos países. Biden e Xi tiveram um “debate saudável”, segundo um funcionário do governo norte-americano. Mas uma das poucas convergências foi terem concordado em flexibilizar as restrições dos vistos para jornalistas de ambos os países. O presidente dos EUA l…

Envio de personalidades e altos representantes é uma tradição olímpica, mas americanos alegam que não vão mandar ninguém devido ao histórico de infrações aos direitos humanos dos chineses.

Os EUA não enviarão uma delegação oficial diplomática — portanto, não vão mandar representantes políticos ou personalidades de peso — aos Jogos Olímpicos de Inverno na China no início do próximo ano, anunciou a Casa Branca nesta segunda-feira (6), citando o histórico de direitos humanos da China.

Achei USA / Zip Gospel

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais