Take a fresh look at your lifestyle.

Em estádio lotado, Trump lança campanha à reeleição em Orlando

 

Trump lança campanha à reeleição em estádio lotado (Foto Stephen M. Dowell - Orlando Sentinel)
Trump lança campanha à reeleição em estádio lotado (Foto Stephen M. Dowell – Orlando Sentinel)

O presidente Donald Trump lançou sua candidatura à reeleição nas eleições de 2020 em estádio lotado de apoiadores na noite de terça-feira (18) em Orlando (FL). Centenas de pessoas chegaram a dormir na fila para garantir um lugar mais perto do presidente.

Quase 20 mil pessoas lotaram o Amway Center em Downtown e ajudaram o presidente a escolher o próximo slogan de campanha, que será “Keep America Great!”.

O presidente não falou muito sobre a Flórida e apenas saudou o governador Ron DeSantis, os senadores Rick Scott e Marco Rubio, entre outros políticos republicanos.

Ele também cumprimentou DeSantis pela recém-assinada lei anti-cidades ‘santuário’. “Ninguém que apoia cidades santuário deveria ser autorizado a disputar a presidência dos Estados Unidos”, comentou Trump.

Trump falou durante 50 minutos antes de, finalmente, anunciar que oficialmente é candidato à reeleição. Ele afirmou que continuará lutando “por cada homem, mulher e criança” do país. “Vamos mantê-lo melhor do que nunca”, acrescentou.

No discurso, o presidente também reforçou a crítica ao Partido Democrata, de oposição. Trump afirmou que os oposicionistas radicais “querem destruir o país como o conhecemos”.

Trump também acusou os democratas de não aceitarem o resultado da investigação do promotor especial Robert Mueller, que não incriminou nem isentou o presidente de culpa no caso do suposto conluio com a Rússia na campanha de 2016.

Além do presidente, também falaram seu filho mais velho, Donald Trump Jr., que pediu ao público que cantasse “mais quatro anos” antes de seu pai subir ao palco, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, que recentemente anunciou que irá deixar o cargo, e a primeira-dama, Melania Trump, que afirmou “ter sido uma honra” ocupar a posição nos últimos dois anos.

Mike Pence, atual vice-presidente, também pediu aos eleitores que deem mais quatro anos de mandato a Trump. “Fizemos história em 2016 e faremos história novamente em 2020, quando iremos reeleger o 45º presidente”, disse. (Com informações do Sunsentinel e G1)

 

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais