Take a fresh look at your lifestyle.

Cristãos são vítimas em 80% dos atos de discriminação religiosa




Cristãos são vítimas em 80% dos atos de discriminação religiosa

Apesar de representar apenas 30% da população global, os cristãos são vítimas em 80% dos atos de discriminação religiosa. A informação foi divulgada durante uma conferência em Washington na última terça-feira (5). As estatísticas são da Sociedade Internacional dos Direitos Humanos e foram apresentadas na 3ª Conferência Internacional sobre Liberdade Religiosa. Trata-se de um evento anual iniciado em 2014 e visa observar a situação dos cristãos no Oriente Médio.

“A liberdade de pensamento e crença estão subjacentes às economias mais inovadoras e vibrantes da história humana”, disse o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, na conferência. “Isso é, pelo menos parcialmente, por que é preocupante ver um ressurgimento da perseguição aos cristãos nos últimos anos”, complementou.

Enquanto isso, o bispo Angaelos, do Reino Unido, disse antes da conferência que a perseguição cristã é subestimada. “É hora de trabalharmos juntos. É uma epidemia que está se espalhando pelo mundo e afeta a todos”, afirmou.

Destruição bárbara

Tais comentários foram reverberados por líderes cristãos, como o Arcebispo de Canterbury, que em novembro usou a mesma palavra – “epidemia” – ao exigir salvaguardas robustas contra a ideologia extremista.

Em uma declaração, escreveram: “Em muitos países do Oriente Médio e África há perseguição aos cristãos, manifestada em matanças em massa, a destruição bárbara de igrejas, a profanação de locais sagrados e a expulsão de milhões de pessoas de suas casas”, ressaltou.

Referindo-se ao Oriente Médio, expressaram preocupação com a rápida emigração de cristãos, bem como “formas mais sutis de discriminação, onde a vida é tão difícil que é mais fácil para eles deixar sua antiga pátria do que ficar”.





Source link

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais