Em sua 27ª edição, a Marcha Para Jesus reuniu líderes religiosos, cantores e autoridades nesta quinta-feira (20), na Zona Norte de São Paulo.

Pela primeira vez na história do evento, promovido pela Igreja Renascer em Cristo, um presidente da República participa da Marcha Para Jesus.

Recebido aos gritos de “mito”, o presidente Jair Bolsonaro lembrou de sua última participação na Marcha. “No ano passado, eu lhes disse: ‘Se Deus quiser, estarei o ano que vem nessa marcha como presidente da República do Brasil’. Um presidente que diz que o Estado é laico, mas ele é cristão”, destacou Bolsonaro.

O presidente também aproveitou para agradecer o apoio do eleitorado evangélico durante a campanha eleitoral. “Vocês foram decisivos para mudar o destino dessa pátria maravilhosa chamada Brasil”, afirmou.

Bolsonaro citou o lema de sua campanha, o texto bíblico de João 8:32: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. “Para nós, a verdade, até o último dia do meu mandato, será o norte do nosso trabalho”, disse o presidente. “Quem achava que sucumbiríamos logo no começo, perdeu”.

O apóstolo César Augusto, da Igreja Apostólica Fonte da Vida, orou pelo presidente e disse que, com ele no poder, “as mudanças já começaram”. “Tenho certeza que o senhor vai fazer a marcha por mais oito anos. O senhor é um homem de Deus. Com coragem de declarar Deus acima de todos”, afirmou o líder evangélico.

No palco também estavam o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), o senador Major Olímpio (PSL-SP), o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) e o embaixador de Israel, Yossi Shelley.

Também estavam líderes evangélicos como a bispa Sônia Hernandes, que afirmou: “Pela primeira vez na Presidência o Brasil viu o nome de Deus acima de todos, e a família foi honrada”.

Pela manhã, enquanto fiéis marchavam atrás dos trios elétricos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), também fez um discurso.

“Este é o caminho da paz. Esta é a Marcha para Jesus, mas é também a marcha da paz, da família, do entendimento, dos que amam São Paulo e amam o Brasil”, disse Doria, que também convocou uma oração.


Fiéis participam da Marcha para Jesus, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

Pelo menos 28 artistas se apresentam na Marcha de Jesus até às 22h. Cerca de dois milhões de pessoas foram esperadas pela organização do evento. A Polícia Militar afirmou que não divulgará estimativa de público.

 

Facebook Comments
criação de site