Take a fresh look at your lifestyle.

Biden volta a financiar ONGs pró-aborto

Aborto

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, deverá revogar a chamada “Política da Cidade do México”, medida criada no governo de Ronald Reagan, em 1984, que impede o uso de recursos federais para organização não-governamentais (ONGs) que promovam o aborto.

Foi o ex-presidente Donald Trump quem reativou a regra, impedindo do que o dinheiro público fosse usado para promover o assassinato de bebês em ventre materno. O ex-presidente americano Barack Obama já havia desativado a regra durante sua gestão na Casa Branca.

A retomada do financiamento federal para o aborto foi anunciada pelo médico Anthony Fauci, durante reunião do Conselho Executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS). Desde que foi criada, a medida é ativada por presidente ligados ao partido republicano e suspensa por democratas.

“Será nossa política apoiar a saúde sexual e reprodutiva de mulheres e meninas e os direitos reprodutivos nos Estados Unidos, bem como em todo o mundo. Para tanto, o presidente Biden irá revogar a Política da Cidade do México nos próximos dias, como parte de seu compromisso mais amplo de proteger a saúde das mulheres e promover a igualdade sexual em casa e no mundo”, disse.

Trump aplicou a regra já no quarto dia de seu mandato, no dia 23 de janeiro de 2017, expandindo a mesma e cortando o financiamento por meio do programa federal de planejamento familiar. Biden busca desfazer o legado do republicano.

FOX

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais