Trump retira direito de mais de 200 mil salvadorenhos de ficarem nos EUA

45
Trump retira direito de mais de 200 mil salvadorenhos de ficarem nos EUA
Trump retira direito de mais de 200 mil salvadorenhos de ficarem nos EUA

governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira (8) que irá cancelar o Status de Proteção Temporária (TPS, na sigla em inglês) para mais de 250 mil salvadorenhos. Segundo o departamento de Segurança Interna, o TPS terminará em setembro de 2019, permitindo uma “transição ordenada”.

O TPS foi estabelecido após um terremoto devastador em 2001, permitindo que mais de 200 mil salvadorenhos ficassem nos EUA.

Segundo o governo americano, El Salvador já se recuperou do estrago feito no terremoto e as condições de vida no país voltaram ao normal.

Até setembro de 2019, os salvadorenhos devem procurar outro status legal de imigrante ou deixar o país.

El Salvador respondeu de forma tímida, focando-se menos na ameaça de deportação e mais na prorrogação de 18 meses. Em nota, o governo do presidente Salvador Sánchez Cerén agradeceu aos Estados Unidos por “este anúncio, que reafirma os fortes laços de amizade e de cooperação que os mantêm como parceiros históricos”.

Cenário de incerteza

A situação abre um cenário de enorme incerteza para dezenas de milhares de famílias salvadorenhas, beneficiárias do TPS e tiveram filhos nos Estados Unidos, de forma que estes últimos são cidadãos americanos.

Em 7 de novembro passado, o DHS decidiu não renovar o TPS para 5.300 cidadãos nicaraguenses, protegidos nos Estados Unidos desde que o furacão Mitch arrasou com seu país, em outubro de 1998.

Pouco depois, em 20 de novembro, o DHS fez o mesmo com a proteção para cerca de 59.000 haitianos, a maioria sobreviventes do terremoto de 2010.

G1

Facebook Comments

criação de site