Polícia encontra corpo de menina desaparecida no interior de SP ao lado de patins

89


DA REDAÇÃO – Uma denúncia anônima levou a polícia a encontrar o corpo da menina Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, no início da tarde de sábado (16), em Araçariguama, no interior de São Paulo. A adolescente estava desaparecida desde sexta-feira (8), quando saiu de casa para andar de patins.

Segundo informou a Polícia Militar ao UOL, o corpo foi localizado ao lado dos patins, em uma estrada de terra, no bairro Caxambu, por volta das 13 horas, após uma denúncia ao 190. A causa da morte ainda está sendo investigada. De acordo com a Secretaria de Segurança pública, o boletim de ocorrência explica que um homem que coletava objetos recicláveis avistou o corpo da estudante na mata e chamou a PM. Além dos patins, chinelos, meias, dois pedaços de cadarços e um elástico de cabelo foram encontrados no local. Todos os objetos foram apreendidos e periciados.

“Muito cruel. Estamos arrasados. A gente não esperava que fosse acabar assim”, disse Rosana Magalhães, mãe da menina. Os pais foram ao local onde o corpo foi encontrado.

De acordo com o advogado da família, Roberto Guastelli, o corpo de Vitória foi encaminhado ao IML de Sorocaba no final da tarde deste sábado.

Na noite da última sexta-feira, a polícia prendeu Julio Cesar Lima Ergesse, de 24, suspeito de envolvimento no caso. O investigado mora em Mairinque, município que fica a 20 quilômetros de Araçariguama. Ele trabalha como servente de pedreiro e disse à polícia que é usuário de drogas. Os investigadores chegaram até ele após uma denúncia.

“Ele contou para um conhecido que esteve em um carro com a menina. Essa pessoa ficou muito assustada e procurou a polícia”, disse ao UOL, o delegado Acácio Leite, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba. Uma das hipóteses investigadas é de que Vitória tenha sido raptada por engano por causa de uma dívida relacionada ao tráfico de drogas. “Existe a possibilidade de que os suspeitos estivessem em busca de uma outra menina como forma de vingança, mas levaram Vitória, por engano”, contou Leite. Outras versões também são apuradas.

O casal citado pelo suspeito também é alvo da polícia e já foi ouvido. “Foi feita acareação entre ele e o casal que ele tenta incriminar, mas a versão dele não se sustenta. Por enquanto, o casal está apenas sendo investigado. O veículo que supostamente teria sido usado no crime já foi apreendido e passou por perícia. A perícia não encontrou nenhum rastro da menina no carro e o casal nega qualquer participação no sumiço”, ressaltou Carriel.



Source link

Facebook Comments

criação de site