Juiza decide não condenar como adultos os adolescentes culpados pela morte de estudante em Winter Park

53



A juíza Jenifer Harris, do circuito de Organge County, em Orlando, proferiu a sentença do caso Roger Trindade, que foi espancado até a morte em um Winter Park (FL) em outubro de 2016, no último dia 15. Apesar de os jurados terem declarado os jovens como culpados pelo crime e com capacidade mental de adultos para entender as consequências dos próprios atos em maio, a juíza entendeu que Simeon Hall e Jesse Sutherland devem cumprir a pena em um sistema juvenil. Isso quer dizer que eles não vão passar anos e anos na cadeia como adultos.

Os promotores argumentaram que a morte de Trindade foi um caso de homicídio, mas os advogados de defesa alegaram que tudo não passou de um mal-entendido.

Segundo a juíza, colocar os dois adoslescentes na prisão seria um erro, e os transformaria em verdadeiros criminosos.

“O sistema juvenil existe para ajudar as crianças a se tornarem adultos produtivos,” disse Harris, “Se uma criança rouba algo, um doce, por exemplo, ela não é, e não será, uma ladra para sempre. Somos mais do que nossas ações.”

Os pais de Trindade pareciam derrotados ao sairem do tribunal na sexta-feira (15).

“É frustante para todos nós,” disse Adriana Thomé, mãe de Roger, “Isso não é a Justiça americana”. “Pior é você ter um filho maravilhoso como o Roger e ver aqueles marginais serem tratados com vítimas”.

“Perdemos a vida do nosso único filho. Agora eles vão fazer o que – um ano, dois anos de prisão? Isso não é aceitável. Isso não está certo,” disse Rodrigo Trindade, pai da vítima.

Roger foi espancado até a morte
Roger foi espancado até a morte



Source link

Facebook Comments

criação de site