Inocentado de acusação de estupro, brasileiro é preso pelo ICE após julgamento em MA

74



O brasileiro Erik William Silva, de 30 anos, passou dois anos preso em Sharon, Massachusetts, acusado de ter estuprado uma menor de idade. No último dia 17, Erik foi inocentado de todas as acusações contra ele, na Corte Superior do condado de Norfolk.

Em vez de voltar para casa aliviado por ter sido declarado inocente, Erik foi detido pelo U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) na saída do tribunal. De acordo com informações da família e do jornal Brazilian Voice, logo após a leitura do veredito na sala de audiências, Erik foi imediatamente detido por agentes de imigração.

Ele teria entrado nos EUA clandestinamente pela fronteira com o México em 2004 e detido por patrulheiros. Na ocasião, apesar de ter somente 16 anos de idade, as autoridades locais o teriam fotografado e colhido as impressões digitais dele. Aproximadamente, 10 anos depois, em 2014, ele teria sido preso por dirigir sem carteira de habilitação em Massachusetts e entregue às autoridades imigratórias. Ele foi liberado depois de ter uma audiência no tribunal de imigração agendada para novembro do ano que vem.

Na época da prisão de Erik, em 2016, a polícia divulgou amplamente as imagens do brasileiro, que foi compartilhada diversas vezes pelos meios de comunicação.

“A inocência dele, provavelmente, será pouco divulgada; quiçá seja. Mesmo ele não tendo sido condenado por qualquer crime em qualquer momento e ser considerado inocente de qualquer acusação; a Polícia de Sharon arranjou para que Erik fosse detido por agentes de imigração ainda no tribunal, direto da prisão, enquanto ele era liberado pelo Governo de Massachusetts. A família dele não pôde sequer vê-lo ou abraçá-lo”, afirma o texto da página do GoFundMe, criada para arrecadar fundos para o processo de Erik.



Source link

Facebook Comments

criação de site