Idosa é proibida de exibir versículo em sua porta ao invés de enfeites de Natal, nos EUA

22




Idosa é proibida de exibir versículo em sua porta ao invés de enfeites de Natal, nos EUA

<span style="font-weight: 400">Uma idosa crist&atilde; foi orientada pela administra&ccedil;&atilde;o de seu pr&eacute;dio em Massachusetts, nos Estados Unidos, a retirar os vers&iacute;culos b&iacute;blicos que estavam pendurados em sua porta, ao inv&eacute;s de colocar os tradicionais enfeites de <span style="color: #800000"><strong>Natal</strong></span>.</span>

A mulher, que não teve seu nome revelado, recebeu uma notificação de que estava violando uma lei do governo federal, segundo informações do Centro Americano de Direito e Justiça (ACLJ, na sigla em inglês). A idosa está recebendo apoio da organização para defender seus direitos diante do dono do complexo de apartamentos, que prontamente atendeu o pedido.

“Felizmente, para a nossa cliente, o assunto foi rapidamente resolvido a tempo para a temporada de Natal e agora ela mostra seus versículos da Bíblia na porta da frente, sem medo de represálias”, disse o grupo.

Segundo o ACLJ, tentar forçar a mulher a remover seus versículos da Bíblia viola a Lei de Habitação Justa dos EUA. Essa lei garante que os moradores não podem ser discriminados por causa de sua religião, e têm permissão para colocar itens religiosos como parte da decoração.

Em outro caso semelhante, o conselho de um complexo residencial se queixou de um corretor de imóveis que usava o versículo de João 3:16, que diz: “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”.

“Nosso cliente forneceu serviços de corretor de imóveis para judeus, católicos, muçulmanos, budistas, quenianos e vietnamitas. Ele claramente não discrimina ninguém e apenas quer expressar sua fé através de seu trabalho. Esse é seu direito e nós estamos lutando por sua liberdade para exercê-lo”, disse o ACLJ.





Source link

Facebook Comments

criação de site