Governo vai criar escritório para investigar fraudes na obtenção de cidadania americana

73



O U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS) vai criar um escritório para avaliar casos suspeitos e identificar pessoas que obtiveram a cidadania americana de forma fraudulenta, como uso de identidade falsa por exemplo. As informações são da AP.

Segundo o diretor do USCIS, L. Francis Cissna, diversos advogados e agentes de imigração estão sendo contratados para revisar casos, por exemplo, de imigrantes que já foram deportados e são suspeitos de usar falsa identidade para obter o green card e consequente naturalização. Cissna disse que espera que o novo escritório em Los Angeles esteja funcionando no próximo ano. “Nós finalmente vamos ter um setor para investigar casos que sabemos que existem e começar a desnaturalizar essas pessoas e tenho certeza que são milhares de casos”.

O diretor não disse o quanto o governo irá gastar para contratar a nova equipe, mas ele garantiu que será financiado pelo orçamento já existente, que vem de taxas pagas à imigração pelos contribuintes.

“Ninguém que obteve a cidadania americana com identidade falsa vai ficar surpreso se o Departamento de Justiça o desnaturalizar”, disse o porta-voz do ICE, Michael Bars.

O Departamento de Justiça já desnaturalizou imigrantes com base em processos fraudulentos. Em 2016, o Departamento de Homeland Security informou que pelo menos 858 pessoas obtiveram a cidadania americana já tendo sido deportado previamente, antes da implementação das impressões digitais.

Desde o governo Obama, a Imigração tem feito um grande esforço para cadastrar no sistema mais de 300 mil impressões digitais no sistema para checar os processos de cidadania americana. Como resultado, 2,5 mil casos foram revistos e 95 enviados para o Departamento de Justiça para desnaturalização.



Source link

Facebook Comments

criação de site