Deu mal Neymar

128


Time4VPS.EU - VPS hosting in Europe


Neymar foi o protagonista do Brasil na Copa do Mundo disputada recentemente na Rússia. Entretanto, sua participação não ficou marcada pelos belos gols, assistências perfeitas ou dribles desconcertantes. Na verdade, ele se destacou por rolar no gramado após sofrer uma falta do adversário.

Claro que precisamos contextualizar. O craque brasileiro estava recuperando-se de uma cirurgia que o afastou dos gramados por três meses e, portanto, não tinha ainda as condições físicas e médicas ideais para um atleta que disputou uma competição de alto nível técnico. Some-se a isto, o fato de seu estilo de jogo atrair os marcadores que simplesmente o caçam em campo. Tanto que ele se tornou o jogador que recebeu maior número de faltas em uma só partida em jogos de Copa do Mundo.

Dito isto, vamos para o outro lado. Infelizmente, Neymar está muito mal assessorado em termos de imagem. Seu staff, que tem como figura de proa seu pai Neymar Sr., construiu uma barreira inexpugnável para filtrar as notícias que chegam até ele, determinam com quem ele pode conversar, para quem vai dar entrevistas etc… Para piorar, está Cercado por um bando de puxa-sacos, os tais “parças”, que dizem amém a tudo porque vivem com chupins às custas do craque.

Esta mescla não vem produzindo bons resultados. Dono de um talento incomum como jogador de futebol, Neymar está se tornando um personagem que extrapola o mundo esportivo. Seu relacionamento com Bruna Marquezine o colocou no mundo de entretenimento e da badalação. Nada contra namorar uma atriz – por sinal, bem bonita -, mas o envolvimento com outras áreas faz com que ele perca o foco do seu métier, que é jogar futebol.

Isso vem cobrando um preço. Na eleição pelo melhor jogador do ano, ele sequer ficou entre os dez primeiros selecionados – algo que não ocorria há algum tempo. Embora tenha bola para estar neste seleto grupo, sua temporada realmente deixou a desejar. O PSG, clube que o contratou a peso de ouro, foi eliminado precocemente da Champions League, sua participação na Copa do Mundo foi inexpressiva e, ainda por cima, ficou sem jogar durante três meses, por causa da lesão. A se comemorar, apenas o título de campeão francês, muito pouco para as expectativas criadas para o poderoso time parisiense. Para piorar, o jovem Mbappé foi um dos craques da França, que conquistou o título de campeã mundial, e vai ofuscar seu brilho no PSG. E pensar que ele deixou o Barcelona para fugir da sombra de Messi…

A fim de dar explicações sobre o “cai-cai”, que se tornou um meme mundial, seu staff negociou com a Gillette um pedido de desculpas dele aos torcedores brasileiros. Emenda saiu pior do que o soneto. O “desabafo” em uma campanha publicitária da Gillette no último domingo (29), durante o Fantástico, foi a cereja do bolo da crise de imagem de Neymar, que desde o início da Copa do Mundo ficou marcado mundialmente pela fama de “cai-cai”. Ele leu em tom monocórdico um texto redigido por um publicitário que simplesmente irritou os especialistas em marketing e comunicação e, pior, prejudicou ainda mais sua imagem junto aos torcedores. Ora, dizer que “ninguém imagina que eu passo fora do campo” é um tapa na cara dos pobres mortais. O homem – não é mais um menino, como se refere no texto – está sempre bem acompanhado, só vai a festas badaladas, ganha muito dinheiro – o suficiente para garantir o futuro de três gerações – e, claro, tem o incômodo de perguntas inconvenientes. Ora, todo bônus tem seu ônus.

Fosse eu seu consultor de imagem, sugeriria a Neymar convocar uma entrevista coletiva, sem nenhum tipo de censura, e responderia às perguntas durante uma hora. Isto serviria para tirar um pouco esta imagem de “menino mimado” e colocaria um ponto final nesta questão. Seria desgastante, sim. Irritante, provavelmente. Mas mostraria que ele está preparado para se tornar uma das referências do futebol mundial – a exemplo de Cristiano Ronaldo, ou de LeBron James, no basquete.

Sua outra resposta tem de ser dada em campo. Atuando em uma das equipes mais fortes do planeta, Neymar tem de se concentrar em jogar futebol. E, convenhamos, ter no ataque jogadores como Mbappé e Cavani facilita bastante sua tarefa. Aliás, deve também evitar polêmicas para evitar ser vaiado pelos próprios torcedores do seu time. Na condição de recém-chegado, tomou a bola das mãos de Cavani para bater o pênalti e, pior, não fez o gol. Ora, Cavani é um ídolo no PSG – maior artilheiro do clube – e ele deveria evitar atritos com seus companheiros.

Por isto Neymar, para sair desta, só há uma saída: jogue seu futebol de craque e pare de rolar em campo!

Jogão no Sul mostra força de Grêmio e Fla

Luan fez um lindo gol após bela jogada de Leo Moura

Um jogo de dois tempos. Assim pode ser definido o empate em 1 a 1 entre Grêmio e Flamengo na noite de quarta-feira (1) pelas quartas de final da Copa do Brasil, na Arena Grêmio. O Tricolor foi superior na primeira etapa e saiu na frente. Porém, recuou no segundo tempo e permitiu a igualdade no último lance da partida. Para os jogadores do time gaúcho, “fica o aprendizado”. Luan marcou após bela troca de passes característica da equipe ao ser servido por Léo Moura. Os 45 minutos finais ficaram nos pés dos atletas do Flamengo. Os cariocas comandaram a partida. Restou aos gremistas correrem atrás. A conta foi paga no apagar das luzes, com gol do garoto Lincoln. Com exclusão do gol qualificado, o Flamengo não tem a vantagem de empatar o segundo jogo por 0 a 0, no Maracanã, no dia 15 de agosto. Qualquer igualdade levará a decisão para os pênaltis. Quem vencer garante a vaga na semifinal. O Grêmio volta a campo novamente contra o rubro-negro carioca no próximo sábado (4), pela 17ª rodada do Brasileirão, também na Arena.

Cruzeiro bate Santos na Vila e fica bem na fita

Raniel é o artilheiro das decisões para o Cruzeiro
Raniel é o artilheiro das decisões para o Cruzeiro

Vinte e seis minutos. Foi o tempo que Raniel precisou para entrar em campo, aos nove minutos do segundo tempo, e fazer o gol, aos 35 minutos, que deu a vitória ao Cruzeiro por 1 a 0 sobre o Santos, na quarta-feira (1), na Vila Belmiro, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, com direito até mesmo à revisão de um lance com o VAR. E não foi a primeira vez que este jovem atacante, de 22 anos, saiu do banco de reservas e teve papel decisivo em um jogo fora de casa nesta Copa do Brasil. Isso porque, nas oitavas de final, a Raposa fez a partida de ida na casa do adversário. O rival naquela vez foi o Atlético-PR, e o duelo na Arena da Baixada, em Curitiba. Raniel entrou aos 18 minutos do segundo tempo, quando o Cruzeiro perdia por 1 a 0. Já em campo, viu o time cruzeirense empatar com Henrique, aos 34 minutos, e, nos acréscimos, aos 48, exatos 30 minutos após sair do banco de reservas e entrar na partida, fez o gol da vitória de virada por 2 a 1. Agora, a Raposa joga com a vantagem do empate no Mineirão, no dia 15 de agosto, para carimbar sua passagem para as semifinais da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o Cruzeiro vai a Salvador no domingo (5) para enfrentar o Vitória enquanto o Santos jogará o clássico alvinegro contra o Botafogo, no sábado (4), no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Corinthians bate Chape em casa e abre vantagem

Angel Romero vive fase esplendorosa no Corinthians

Elenco é curto, há times mais fortes na disputa, e ainda há um longo caminho a ser percorrido. Apesar das ressalvas, o Corinthians começa a mostrar credenciais para chegar longe na Copa do Brasil. E deve priorizar o torneio no segundo semestre, ainda que esteja vivo no Brasileirão e na Taça Libertadores. A vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, na quarta-feira (10, em Itaquera, não chegou a ser bonita. Depois de um início sufocante e o gol de Romero, o Timão diminuiu o ritmo, deixou o jogo até arrastado e lembrou bons momentos recentes sob comando de Tite e Fábio Carille – com Osmar Loss, a equipe vai ficando “cascuda” e mais segura. Mais importante: deu bom primeiro passo em um mês de agosto repleto de decisões. É preciso também subir na tabela do Brasileiro e enfrentar duas vezes o Colo-Colo pelas oitavas da Libertadores. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 15 de agosto em Chapecó, na Arena Condá. Por falar em Brasileirão, o técnico Osmar Loss pensa em poupar alguns titulares para o jogo de sábado (4) também em São Paulo contra o Atlético-PR, que luta desesperadamente para fugir do Z4. A Chapecoense, por sua vez, viaja para Recife onde jogará com o Sport. As duas equipes estão fazendo campanhas irregulares no principal certame nacional e precisam da vitória.

Botafogo é derrotado no Paraguai e técnico é demitido

Marcos Paquetá durou pouco no Fogão
Marcos Paquetá durou pouco no Fogão

Marcos Paquetá não é mais técnico do Botafogo. O comandante não resistiu à quarta derrota em cinco jogos e foi demitido pela diretoria logo após o revés por 2 a 1 para o Nacional-PAR na noite da quarta-feira (1), no Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Contratado há pouco mais de um mês para substituir Alberto Valentim, o treinador não conseguiu resultados e nem convencer a torcida, saindo com apenas 20% de aproveitamento.



Source link

Facebook Comments

criação de site