Crianças imigrantes não podem ser separadas de seus pais diz ONU

205

A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu ao governo dos Estados Unidos que interrompa de modo imediato a po lêmica prática de separar as crianças imigrantes ilegais da América Central de seus pais, que são detidos depois as famílias atravessam a fronteira a partir do México.

“Os Estados Unidos têm que terminar imediatamente com esta prática”, afirmou a porta-voz do Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU, Ravina Shamdasani, em uma entrevista coletiva.

Ela explicou que os Estados Unidos mudaram a política em de 2017, depois que o presidente Donald Trump assumiu a presidência e começou a aplicar uma política de “tolerância zero” com os imigrantes irregulares.

A partir de então, os agentes de segurança da fronteira foram autorizados a separarem os filhos de seus pais, caso estes tenham entrado de forma clandestina no país.

Os adultos são presos e crianças ficam retidas em centros de internamento para refugiados. Uma vez que os pais cumpram a sentença, os filhos às vezes são deportados com eles e às vezes permanecem, em função do caso, explicou Ravina, segundo a Efe.

Desde outubro do ano passado, centenas de crianças da América Central foram detidas na fronteira sul dos EUA e separadas dos pais, de acordo com balanço do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (Acnudh).

Ravina Shamdasani afirmou que separar famílias e deter menores de idade representa uma “violação grave dos direitos da criança” e recordou que os Estados Unidos continua sendo o único país que não ratificou a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Crianças.

A porta-voz insistiu que “as crianças nunca deveriam ser detidas por razões vinculadas a seu status migratório ou de seus pais”.

“Pedimos às autoridades americanas que adotem alternativas que evitem privar a liberdade e que permitam às crianças permanecer com suas famílias”, afirmou a porta-voz.

Culpa dos democratas

Donald Trump afirmou nesta terça que a separação de famílias de imigrantes detidos após atravessarem a fronteira “é uma falha causada pela péssima legislação aprovada pelos democratas”.

“Separar famílias na fronteira é uma falha da péssima legislação aprovada pelos democratas. As leis de Segurança Fronteiriça devem ser modificadas, mas os democratas não conseguem chegar a um acordo! Começamos o Muro”, escreveu Trump no Twitter.

Facebook Comments

criação de site