Copa encerrada, futebol brasileiro recomeça

59


Time4VPS.EU - VPS hosting in Europe


O mundo ainda estava sob os eflúvios da conquista da Copa do Mundo na Rússia pela seleção francesa, com as pessoas celebrando nas ruas de Paris e das principais cidades da França – e também na Croácia, que teve seu vice-campeonato bastante comemorado, quando quatro equipes brasileiras entraram em campo na segunda-feira, 16 de julho, para disputar as duas partidas restantes da Copa do Brasil.

Vasco da Gama x Bahia

O Bahia havia imposto um categórico 3 a 0 no jogo de ida realizado na Fonte Nova, em Salvador, que seria preciso um esforço hercúleo da equipe carioca para reverter o resultado. O jogo foi intenso e o Vascão partiu com tudo para cima do Tricolor baiano. Apesar de toda pressão, o Cruzmaltino foi para o intervalo com a vantagem de 1 a 0, gol de pênalti anotado por Yago Pikachu. O gol de cabeça de Andrey deu esperança à torcida que lotou o Estádio São Januário, mas a força defensiva do Bahia segurou o resultado que lhe valeu a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Nem a presença do rato no gramado ajudou o time da casa.

Cruzeiro x Atlético Paranaense

O uruguaio De Arrascaeta abriu o placar para o Cruzeiro que se classificou mesmo com o empate da Raposa
O uruguaio De Arrascaeta abriu o placar para o Cruzeiro que se classificou mesmo com o empate da Raposa

Depois de muita insistência, o uruguaio De Arrascaeta, que esteve na Rússia com sua seleção, abriu o placar para o Cruzeiro, provocando delírio dos torcedores da Raposa que estavam no Mineirão. Entretanto, o Furacão empatou em seguida com Bergson para dar números finais ao placar. O empate em 1 a 1 serviu para carimbar a passagem do Cruzeiro para as quartas de final porque a equipe estrelada de Belo Horizonte havia vencido o primeiro confronto em Curitiba por 2 a 1.

Como ficam as quartas de final da CB

O mês de agosto servirá para definir os semifinalistas da Copa do Brasil. Veja como serão os confrontos:

Dia

Local

Quartas de final

1º de agosto

Arena Corinthians – São Paulo

Corinthians x Chapecoense

15 de agosto

Arena Condá – Santa Catarina

Chapecoense x Corinthians

1º de agosto

Arena Grêmio – Porto Alegre

Grêmio x Flamengo

15 de agosto

Maracanã – Rio de Janeiro

Flamengo x Grêmio

2 de agosto

Arena Fonte Nova – Salvador

Bahia x Palmeiras

16 de agosto

Allianz Parque – São Paulo

Palmeiras x Bahia

2 de agosto

Vila Belmiro – Santos

Santos x Cruzeiro

16 de agosto

Mineirão – Belo Horizonte

Cruzeiro x Santos

<

p class=”p5″>

Brasileirão volta agitado

Arthur e Felipe Azevedo comemoram gol que deu a vitória ao Vovô
Arthur e Felipe Azevedo comemoram gol que deu a vitória ao Vovô

O Campeonato Brasileiro abriu a 13ª rodada na quarta-feira (18) com cinco jogos. Os cinco restantes foram disputados na quinta-feira (19) e infelizmente não podemos comentá-los. E não faltou emoção. Logo na primeira partida, surgiu o único resultado que faltava no Brasileirão 2018: vitória do Ceará. Jogando em casa, o Vovô obteve seu primeiro triunfo ao derrotar o Sport Club do Recife por 1 a 0, gol de Artur. Porém, nem a vitória serviu para tirar o Alvinegro de Fortaleza da lanterna do certame. Entretanto, serviu para dar ânimo à equipe a fim de empreender uma campanha de recuperação neste segundo semestre. Na próxima segunda-feira (23), a equipe cearense vai a Porto Alegre enfrentar o Internacional enquanto o Rubro-Negro pernambucano receberá o Fluminense no domingo (22) na Ilha do Retiro

Vitória respira aliviado

Vitória vence com gol de André Lima e mantém Paraná na zona de rebaixamento
Vitória vence com gol de André Lima e mantém Paraná na zona de rebaixamento

O Vitória foi o único Rubro-Negro que se deu bem na rodada. Derrotou o Paraná Clube no Barradão, em Salvador, por 1 a 0 com gol de André Lima. A equipe baiana não fez uma grande exibição, porém, jogou o suficiente para bater um adversário direto na luta contra o Z 4. Com o resultado positivo, o Vitória foi a 15 pontos e se afastou temporariamente da zona de rebaixamento. Já o Paraná colheu outro resultado negativo, e continua no Z 4. O Paraná tem uma boa oportunidade de subir na tabela, pois receberá o América-MG em Curitiba no domingo (22) e precisa vencer para iniciar uma recuperação na competição. Já o Vitória terá pela frente seu arquirrival, o Bahia, no clássico BaVi, marcado para domingo (22) na Fonte Nova.

Grêmio bate Galo no Sul

André comemora com Luan o segundo gol de Grêmio ao vencer o Galo por 2 a 0
André comemora com Luan o segundo gol de Grêmio ao vencer o Galo por 2 a 0

O Grêmio voltou a mostrar sua força ao derrotar o Atlético-MG em sua arena, em Porto Alegre, na quarta-feira (18), por 2 a 0, com gols do zagueiro Bressan e do atacante André. Luan ainda desperdiçou um pênalti ao chutar a bola na trave esquerda do goleiro Vitor. O Tricolor gaúcho dominou amplamente a partida e se aproveitou dos desfalques do Galo para vencê-lo e subir na tabela. Aliás, as duas equipes estão com 23 pontos, mas o Atlético-MG está à frente na classificação por ter obtido uma vitória a mais do que o Grêmio que irá ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco da Gama no Estádio São Januário. O Galo também não tem vida fácil, porque enfrenta o Palmeiras no Allianz Parque no domingo (22).

Timão reencontra caminho da vitória

Rodriguinho marca duas vezes na vitória do Corinthians sobre o Botafogo
Rodriguinho marca duas vezes na vitória do Corinthians sobre o Botafogo

O Corinthians vem fazendo um Campeonato Brasileiro discreto, mas na quarta-feira (18) demonstrou poder de reação ao derrotar o Botafogo do Rio de Janeiro por 2 a 0, gols de Rodriguinho no primeiro tempo e Romero, na segunda etapa. Apesar dos belos gols anotados pelos avantes corintianos, o destaque da partida foi Cássio, que integrou a Seleção Brasileira na Copa do Mundo na Rússia. Ele evitou o Alvinegro carioca anotasse pelo menos um gol, mesmo com amplo domínio do clube carioca. Cássio foi autor de três defesas portentosas, uma delas inclusive em dois tempos, com puro reflexo. As duas equipes voltam a campo no sábado (21) – e com dois clássicos. O Botafogo enfrentará o Flamengo no Maracanã enquanto o Corinthians também terá uma pedreira: jogará contra o São Paulo no Estádio do Morumbi.

Tricolor paulista toca fogo no Campeonato

Everton marcou o gol da vitória são-paulina sobre o Flamengo
Everton marcou o gol da vitória são-paulina sobre o Flamengo

Por falar em São Paulo, o Tricolor paulista foi autor de uma façanha na quarta-feira (18) ao vencer o líder Flamengo no Maracanã por 1 a 0, gol anotado por Everton, ex-jogador do Mengão. O resultado foi até um pouco injusto porque a equipe do Rio de Janeiro pressionou o tempo todo e transformou Sidão em um dos principais destaques da equipe da capital paulista. O ponto negativo foi a perda de alguns titulares importantes para o clássico contra o Corinthians previsto para o sábado. Já o Flamengo que, apesar da derrota, ainda continua líder tentará se reabilitar no clássico contra o Fogão.

Outro campeonato

Vale lembrar que as equipes brasileiras estão modificadas em relação ao primeiro semestre. Várias perderam jogadores importantes e estão tentando repor as peças com novas contratações. Mas nem sempre é tão fácil encontrar substitutos com dinheiro bem inferior aos clubes de outros países. Para citar alguns exemplos de jogadores que farão falta temos de destacar Balbunena que troucou o Corinthians pelo West ham de Londres; Roger Guedes, artilheiro da competição cujo passe pertencia ao Palmeiras mas estava atuando pelo Atlético-MG; Keno que foi vendido pelo Palmeiras a um clube do Egito, e Vinicius Jr., o jovem talento revelado pelo Flamengo e vendido ao Real Madrid. É triste, mas esta é a realidade do futebol brasileiro. O jeito é procurar talentos nas categorias de base e nos clubes sul-americanos, ainda mais pobres do que os brasileiros.

Contratações bombásticas

Não dá para comentar todas contratações da janela europeia, mas duas saltam aos olhos. Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid para se tornar a nova estrela da Juventus de Turim. O preço foi de 112 milhões de euros. Nada mal! Ele agora quer provar seu valor em outro país, após ter tido sucesso no Sporting de Portugal, no Manchester United da Inglaterra e no Real Madrid da Espanha. O goleiro brasileiro Alisson, titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo na Rússia, também está trocando de clube. Ele saiu da Roma para assumir a meta do Liverpool por um preço estimado de 70 milhões de euros, transformando-o no goleiro mais caro do futebol mundial.



Source link

Facebook Comments

criação de site