Cardeal envolvido em escândalos sexuais morre em Roma

123
Cardeal que se tornou símbolo dos escândalos sexuais morre em Roma
Cardeal que se tornou símbolo dos escândalos sexuais morre em Roma

Morreu nesta quarta-feira (20), em Roma, aos 86 anos, o cardeal que se tornou símbolo dos escândalos sexuais que abalaram a Igreja Católica.

O cardeal Bernard Francis Law morreu num hospital de Roma de complicações relacionas a diabetes. Durante 19 anos comandou a arquidiocese de Boston, uma das mais importantes dos Estados Unidos. E escondeu os crimes de abuso sexual que mais de 70 sacerdotes cometeram contra crianças, desde os anos de 1980 até 2002.

O cardeal Law foi forçado a pedir demissão quando o jornal “Boston Globe” revelou que ele tinha sido sistematicamente informado sobre os casos de padres que abusaram de crianças na sua arquidiocese.

Denúncias que enfrentou apenas mudando os padres de uma paróquia para outra. E permitindo que eles continuassem com as perversões sexuais.

Os inúmeros casos de pedofilia levaram a igreja americana a pagar indenizações no valor de US$ 3 bilhões. O último cargo de Law foi como arcebispo da Basílica de Santa Maria Maggiore, em Roma, onde vivia num prédio do Vaticano.

O papa enviou condolências ao decano do colégio de cardeais Angelo Sodano. E disse que está rezando pela alma de Law.

Bernard Law se tornou o símbolo de uma impunidade que Francisco combate com força. A morte do cardeal não encerra os problemas de pedofilia na Igreja. Na Austrália, uma investigação que durou cinco anos revelou este mês que crianças continuam sofrendo abusos em instituições religiosas.

G1

Facebook Comments

criação de site