“A chave para os milagres é entender o amor de Deus”, diz evangelista sobre dom de cura

64




“A chave para os milagres é entender o amor de Deus”, diz evangelista sobre dom de cura

<span style="font-weight: 400">Katherine Ruonala tem ministrado profeticamente nos &uacute;ltimos 16 anos por meio de seu minist&eacute;rio que &eacute; comparado ao trabalho da evangelista Katherine Kuhlman, que faleceu em 1907. Ela orava pedindo a Deus por mais do Esp&iacute;rito Santo em sua vida, at&eacute; que o Senhor a atendeu.</span>

A presença do Espírito Santo era tanta que houve momentos onde ela estava no chão, incapaz de se levantar, tendo visões do que Deus planejara para ela. Ela diz que a chave para os milagres é entender o amor de Deus por nós.

“Nossa fé cresce quando entendemos o amor do Pai e percebemos que Ele quer o melhor para nós. A fé funciona por amor e milagres surgirão imensamente a partir de uma vida desbloqueada por este amor”, compartilha Katherine.

Katherine era jovem e recém casada quando começou a pedir a Deus que lhe ensinasse sobre Ele. Ela começou pedindo para ser curada de um cisto de gânglio em seu pulso. Ela também temia a morte de seu marido, mas foi libertada em um culto onde Jesus se revelou a ela, e disse algo que a impactou.

“Estou libertando você de tudo”. O processo de cura continuou, e quando ela estava em outro culto, Deus a curou e a libertou da vergonha. Ele restaurou sua identidade e dignidade que havia sido perdida do abuso que ela sofreu quando era mais nova (ela não entra em detalhes sobre isso).

Foi profetizado sobre Katherine que ela veria os tumores completamente removidos. Enquanto falava na reunião, uma mulher se aproximou dela para orar. Katherine orou por ela e a mulher foi ao chão. Mais tarde, ela descreveu a sensação de que Deus havia tocado sua barriga.

O que Katherine não sabia no momento em que orou é que ela descobriria mais tarde que essa mulher tinha sido diagnosticada com cirrose no fígado e um tumor de 15 centímetros de comprimento ao redor do pâncreas.

Quando Katherine retornou de uma viagem, ela descobriu que a mulher tinha ido ao médico após a oração e o resultado foi um novo fígado, e o tumor não foi encontrado.

Enquanto nos EUA, Katherine sentiu como sinal de Deus que teria de curar a audição de uma mulher que estava no culto. Katherine tinha visto muitos ouvidos surdos sendo curados e esperava que o mesmo acontecesse.

A mulher que respondeu não era apenas surda, mas devido ao câncer, não tinha ouvido (havia sido removido) e não tinha tímpano. Katherine pôs a mão na cabeça, orou e depois perguntou à mulher se ela podia ouvir. Com grande alegria e entusiasmo, a mulher disse: “Sim”.

Há outras histórias de libertação, como uma prostituta que era viciada em heroína e que foi salva. Esta mulher foi preenchida com Jesus. Em seguida, saiu orou por um homem que precisava de cura em seu estômago. Ele caiu e quando se levantou foi curado.

O desejo de Katherine é ver todos equipados para se moverem em milagres. Ela explica estar ciente de sua própria fraqueza e dá a Deus o lugar para mostrar sua glória e força. “Nossa posição é estabelecer-se na força de Jesus. Quando nos inclinamos para trás, Deus libera seu poder e milagres acontecem”, disse.

Katherine faz parte da conferência chamada “Noite dos Milagres”, que acontecerá no dia 15 de junho às 19h com Gordon Robertson e Daniel Zelli na Wave Church em Virginia Beach, VA. No final do ano, Katherine e sua equipe vão realizar uma enorme cruzada na cidade de Hanói, no Vietnã, chamada de “Festival de Natal do Vietnã”, com mais de 40 mil pessoas sendo aguardadas.

É uma continuação da visita de Franklin Graham. Desde 1975, esta nação foi fechada ao Evangelho, mas houve uma mudança significativa na atmosfera do Vietnã. Os líderes estão pedindo uma demonstração de sinais, maravilhas e milagres.

Confira a matéria da CBN News (em inglês):





Source link

Facebook Comments

criação de site