Prefeito de Manaus manda vice-presidente dos EUA ‘voltar para casa’

179


Time4VPS.EU - VPS hosting in Europe



O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, usou as redes sociais para criticar o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que esteve em Manaus na quarta-feira (27) para visitar um abrigo humanitário de venezuelanos. Ele criticou o grande aparato militar que acompanhou a comitiva americana.

Em sua postagem no Twitter, o prefeito disse: “Respeite a soberania do meu país e o brio do povo amazonense. Não aceito a intervenção militar, nem por brincadeira. Por favor, volte para sua casa”. A publicação ainda fez crítica à política de “tolerância zero”, por causa das crianças imigrantes que foram separadas de seus pais nos EUA.

“Não tente me ensinar a ser solidário. Os mexicanos podem falar sobre o tratamento que o seu país dá a eles”, declarou Arthur em sua postagem.

Após a visita, a prefeitura divulgou comunicado criticando o protocolado norte-americano e informando que “os representantes da missão do governo dos Estados Unidos exigiram que as autoridades locais esperassem com duas horas de antecedência pela chegada de Pence”, que veio acompanhado de sua esposa na visita a Manaus.

“No entanto, Arthur não poderia estar acompanhado da primeira-dama da capital amazonense, Elisabeth Valeiko Ribeiro, que também é presidente do Fundo Manaus Solidária, uma das instituições da Prefeitura de Manaus responsáveis pelas ações de acolhida aos venezuelanos na cidade”, diz um trecho da nota.

Visita de Pence ao Brasil

Durante sua visita a um abrigo de imigrantes venezuelanos em Manaus, nesta quarta-feira (27), o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, voltou a criticar o regime do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que acusou de “ditadura brutal” e de provocar o êxodo de 2 milhões de pessoas “obrigadas a fugir do país”. Pence deu continuidade à visita ao Brasil, iniciada na quarta-feira (27) por encontro com o presidente Michel Temer em Brasília. As informações são da Agência Brasil.

“O regime de [Nicolás] Maduro, essa ditadura brutal, enfraqueceu a economia e o custo dos seus crimes não podem ser calculados em números, mas em consequências. São mais de dois milhões de pessoas obrigadas a fugir do país”, declarou Pence. Ele disse que a mensagem do presidente Donald Trump é de manter o apoio dos Estados Unidos ao povo venezuelano. “Os Estados Unidos estão com vocês, caminhamos com vocês e vamos continuar assim até que a democracia seja restaurada na Venezuela”, afirmou.

O vice-presidente desembarcou em Manaus por volta de 10h30, horário local, acompanhado da esposa Karen Pence. Em um comboio e sob forte esquema de segurança, eles partiram para a visita à Casa de Acolhida Santa Catarina, na capital amazonense, onde estão abrigados 79 venezuelanos. Toda a área ao redor do centro humanitário foi fechada e a passagem de carros ficou proibida por, pelo menos, duas horas.

Mike Pence ficou cerca de 1h30 na Casa de Acolhida Santa Catarina, que é administrado pela Cáritas Arquidiocesana de Manaus em parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur). Os venezuelanos abrigados no local chegaram a Manaus pelo processo de interiorização promovido pelo governo brasileiro. O vice-presidente dos Estados Unidos fez um pequeno discurso no local.

Arthur Virgilio é prefeito de Manaus
Arthur Virgilio é prefeito de Manaus



Source link

Facebook Comments

criação de site