Novo plano migratório de Trump é divulgado

0
688
Novo plano migratório de Trump é divulgado
Novo plano migratório de Trump é divulgado

O Presidente Donald Trump anunciou, na semana passada, o apoio ao projeto de lei que corta drasticamente a imigração legal e substitui os vistos baseados em contratos de trabalho por um sistema de pontuação – o Reforming American Immigration for Strong Employment Act ou RAISE Act.

A proposta de Trump, apoiada pelos republicanos, imita os sistemas utilizados pela Austrália e Canadá e concede pontos aos imigrantes em potencial tendo como base diferentes categorias, o que reduziria significativamente o número de pessoas autorizadas a imigrar legalmente para a América.

O novo projeto de Trump pesam positivamente no questionário imigrante com a idade entre 26 a 30 anos, com doutorado cursado nos EUA ou bacharelado, proficiência em inglês e oferta de salário 3 vezes mais alta do que a média em seu país de origem.

Os 140 mil vistos disponíveis anualmente sob esse sistema seriam distribuídos primeiramente para as pontuações mais altas.

Segundo o novo plano de Trump os candidatos precisariam de pelo menos 30 pontos para serem elegíveis para solicitar um visto sob a proposta e aqueles com maior número de pontos irão à frente da linha para receber vistos.

Pontuação

Por idade: menores de 18 não são elegíveis; 18-21(6 pontos); 22-25 (8 pontos); 26-30(10 pontos); 31-35(8 pontos); 36-40(6 pontos); 41-45 (4 pontos); 46 -50 (2 pontos) e acima de 50 nenhum ponto.

Língua inglesa: O candidato que obtiver menos de 60% da nota total em um teste de inglês padronizado não recebe pontos. Entre 60% e 80% (6 pontos), 80% e 90% (10 pontos) e acima de 90% (11 pontos) e 100% ganha 12 pontos.

Oferta de emprego: Com salário abaixo de $77,900 dólares anuais (0 pontos); com salário a partir de $77,900 anuais (5 pontos); com salário a partir de $103,900anuais (8 pontos); com um salário a partir de $155,800(13 pontos).

Pontos extras

Há possibilidade de concessão de pontos extras de 25 pontos reservados principalmente para prêmios internacionais, como o Prêmio Nobel ou “algo do nível”.

Olimpíadas: 15 pontos serão dados ao candidato que tiver alguma medalha olímpica ou em outro esporte internacional similar.

O plano eliminaria a categoria de visto que beneficia investidores estrangeiros, o programa EB-5 – que seria substituído por 6 pontos para o candidato que investisse $ 1.35 milhão em um novo negócio nos EUA, o mantivesse por 3 anos e fosse o administrador. Os pontos subiriam para 12 se o candidato aplicasse $ 1.8 milhão.

De acordo com o RAISE Act, os candidatos que quiserem entrar com os cônjuges, a pontuação dos cônjuges seria calculada na mesma aplicação.

O projeto de lei, apresentado pelos senadores republicanos David Perdue e Tom Cotton, não conseguiu ganhar força além do endosso do presidente e é improvável que passe no Congresso.

Time

Comentário

Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA