Caso Daniela Araújo é citado por vereador do Rio

0
63
Daniela Araújo
Daniela Araújo

O vereador da cidade do Rio de Janeiro Otoni de Paula (PSC-RJ) utilizou um momento na Câmara de Vereadores da capital fluminense para abordar uma proposta acerca do tratamento de dependentes químicos – e usou do caso de Daniela Araújo para traçar seus argumentos.

“A comunidade evangélica – e por que não dizer a comunidade cristã – nessas últimas 24, quase 48 horas, assistiu, estarrecida e chocada, a notícia que uma das grandes cantoras do mundo gospel, Daniela Araújo, se envolveu com drogas”, disse.

“E, mais do que se envolver com drogas, […] ela se revelou com uma enfermidade profunda da alma que gerou nela a dependência química”, acrescentou o líder religioso, ao se referir aos conflitos supostamente existentes entre a cantora e seu ex-namorado.

“O assunto dependência química deve ser tratado com clareza e com menos discriminação possível. A cantora Daniela Araújo é uma vítima de suas escolhas, é uma vítima da falta de coragem de tratar esse assunto tão delicado com a verdade tão necessária, já que o Senhor Jesus disse que é a apenas a verdade que pode libertar”, afirmou.

O vereador deseja que a Prefeitura do Rio de Janeiro fortaleça o trabalho desenvolvido pelos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) para o tratamento de dependentes químicos, que segundo ele, são pessoas “doentes”.

“Mas Daniela Araújo é vítima de uma dependência que enlouquece, que escraviza a milhões de dependentes químicos. O dependente químico é um enfermo”, disse o vereador e pastor, novamente a se referir ao caso da artista paulista.

Ele ainda afirmou que, em sua visão, é necessária uma maior valorização do profissional que lida com pessoas que lidam com dependência química, cenário que Otoni classifica como “inferno, do drama da dependência química”.

“Não é possível tratarmos dependência química com bombas e cassetetes. O dependente químico não pode ser tratado como um traficante de drogas. O dependente químico deve ser tratado como um caso de saúde pública”, finalizou.

Entenda o Caso

Áudio de Daniela Araújo sob efeito de drogas é vazado

O ex-namorado da cantora e compositora paulista Daniela Araújo, Victor Romanini, divulgou, nesta segunda-feira (7), gravações que supostamente seriam da cantora em discussões por causa de substâncias psicoativas.

Por meio das gravações, o ex-namorado afirma que se trata uma briga entre ele e a cantora por conta da compra de drogas a partir de um amigo da artista, chamado Felipe. Victor, ainda, publicou um texto em seu perfil no Facebook.

“Hoje faço isso para que ela tome consciência dos atos. Posso até estragar uma coisa linda que muitos admiram, inclusive eu, porém eu prefiro uma Daniela fora do palco do que uma na vida das drogas”, disse Victor.

No suposto áudio, Daniela afirma se referiu a Victor dizendo que “eu coloquei uma criança na minha casa, na minha vida!”. Na discussão, diz: “Você não sabe resolver nada. Você me expôs! Arrependimento! […] Me dá o meu cartão, seu covarde!”.

Daniela, ainda, pede desculpas a Felipe, seu amigo, pela situação, e afirma que sua amizade é de anos. Em outro momento, a cantora fala: “A sua atitude em ditar a vida das pessoas e me expor da maneira que você me expôs e ameaçar… Eu não confio mais em você”.

“Você é apenas mais um. Você não sabe quem eu sou. Você acha que sabe. Porque você é limitado. Eu gostei de você porque eu achava que você era outra pessoa. Você me enganou sim. Você nunca falou, lá, quando eu falava sobre as teorias, no que eu acreditava, você nunca deixou claro. Você me deixou acreditar em outras coisas”, afirmou.

Nas gravações, Victor fala constantemente sobre drogas. Mas Daniela replica: “Não estou falando de drogas. O que você fez hoje tem nada a ver com a droga. É isso que você não entende. É a sua atitude”.

O ex-namorado fala que os rumores por trás da cantora a prejudicariam. Araújo responde, lamentando: “Olha como você me condena”. Ele responde: “Você é um exemplo. Você não pode”. Daniela replica: “Só vou falar mais uma vez: Quem me destruiu foi você”.

A assessoria responsável pela assessoria de Daniela Araújo, não se pronunciou acerca do caso. Além da assessoria, nem a cantora e nem a gravadora Som Livre foi a público sobre o caso. Daniela esteve entre os assuntos mais comentados no Twitter.

Gospel Prime

Comentário

Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA